sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Coelogyne virescens

Mais uma Coelogyne!
Labelo dramático como as demais Coelogynes
Adquirida num orquidário de Jundiaí, soube estar extinta na Indochina, seu país natal! Mais uma vez, não me pergunte como veio de lá: via importação ou outro meio...

Gostei muito do tom verde claro e de saber que gosta de sombreamento 80%, pois aqui a árvore do vizinho está prejudicando muito o orquidário, reduzindo muito a luz e o sol.

Li num post que poderá ser atacada por fungos ou vírus, estou observando o seu desenvolvimento vegetativo. Primeira floração aqui. Amei a sua cor!!! Considerei bem agradável e com potencial de vir com haste floral com mais flores.

Há algo que me incomoda muito nos exemplares em geral que perdem as suas folhas, os pseudobulbos ficam lá guardando energia e estacionados no centro do vaso, bem isso!

Aqui esta cultivada em substrato misto de cascas e musgo, isopor no fundo do vaso.

Vamos adiante com ela! Muito interessante e com potencial de desenvolvimento rápido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário