sexta-feira, 31 de maio de 2019

Mycaranthes stricta ou Eria stricta

Seja qual sinônimo ela tiver, este exemplar é muito singular! Uma tchuchuca!

Talvez seja o exemplar mais singular da minha coleção. Digo isso porque ganhei ela de uma colecionadora de micro-orquídeas logo no início da orquidofilia.

Replantei duas vezes, a touceira vem crescendo bem e está bem saudável, entrentanto as flores nao abrem e nunca abriram, este foi o motivo de eu ter ganho da colecionadora experiente. Pode aparecer várias hastes médias e longas, mas nunca vi uma minúscula flor aberta. Pasmem! Vi várias fotos na internet e sonho que um dia este exemplar possa ser fotografado com uma flor aberta.


Cheguei a pensar em me desfazer dela, mas sempre reconsidero e a mantenho sob cuidados bem atenciosos querendo ter fé e acreditando que sua touceira maior fará o meu desejo se realizar. Rs.

Dois anos atrás deu uma muda lateral.

Estou apelando para a parcimonia e paciência. A orquidofilia faz desenvolvermos estas virtudes. É claro que se eu encontrar um exemplar à venda com flores abertas, comprarei! Quem sabe alivie a frustação por aqui. Rs.

Dica - quando o frio e a estiagem é alta, suas hastes vem pequenas, entao não descuide dela nestes dois requisitos no meio do inverno quando a sua floração desponta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário