sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Pabstiella mirabilis

Pabstiela mirabilis colega orquidófilo.




Inseri o cachepot de madeira onde veio num vaso cerâmico e completei com substrato misto carvão, cascas e musgo

Branca e pequena! Mais uma que recomendo tê-la na sua coleção. Nativa do Brasil especificamente na Serra do Mar paranaense.

Conheci esta espécie no início da orquidofilia! Ganhei uma muda de uma orquidófila de mão cheia para as micro-orquideas nativas. Aprendi muito com ela e devo a paixão pelas pequenas por ter ido inúmeras vezes visitá-la e ver a sua coleção florida durante várias estações do ano! Gratidão!

Linda de morrer! Irresistível. Vejo fotos de uma cultivadora em Ponta Grossa, ah, a do Brasiliana nem chega aos pés dos exemplares fabulosos que ela posta!

Super delicada com haste fina e folha curta, logo no final do inverno para o início da primavera ela vem com força e surgem inúmeras flores brancas em várias hastes florais. Sem perfume para nós humanos.

Esta é a segunda que tenho aqui. Nem preciso mencionar o que aconteceu com o presente no início do cultivo. Rs.

Esta comprei num orquidário comercial em Curitiba. Exemplar difícil de ser comercializado nas exposições e orquidários comerciais.

Bom cultivo de suas nativas paranaenses!




sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Tempos estranhos

Ola orquidófilo,

Queria trazer boas notícias, mas tudo está estranho.

O orquidário do bairro fechou, o outro orquidário maior noutro bairro vizinho diminui e se mudou e voltou menor para o antigo imóvel. Algo está acontecendo e fica difícil não perceber mudanças no nosso dia a dia.

Tenho estoque de vasos cerâmicos, placas de madeira, pendurais, etiquetas, substratos diversos, etc. Mas gostaria que tudo fluísse sem depender das exposições com datas e nos finais de semana.

Noutro dia fui num petcenter e havia um Ludisia discolor por 18 reais!!! Nem dava um dedo mindinho de comprimento! Veja abaixo a historia da minha planta.

http://www.diariodoorquidofilo.com.br/2018/11/ludisia-discolor.htmlhttp://www.diariodoorquidofilo.com.br/2018/11/ludisia-discolor.html

Por aí vai a minha percepção da realidade brasileira, daí comecei a estudar finanças e fundos imobiliários para aprender e conhecer um pouco do mercado financeiro, inflação, gestores, investimentos, composição e oferta/demanda de tudo que trata do segmento fundo tijolo como é conhecido.

Enquanto estudo e conheço demais companheiros na jornada, acompanho a terceira onda de frio neste inverno e não vejo a hora de começar a adubar as orquídeas por aqui, trocar substrato, etc. Haja passividade nisto tudo!

Bom cultivo de experiências enriquecedoras!

Para alegrar um pouco a sua vida - Mediocalcar decoratum de fácil cultivo!
http://www.diariodoorquidofilo.com.br/2018/07/mediocalcar-decoratum.html
Florida neste final de inverno - 2019

Flores abertas com ate 15 dias



sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Dendrochilum filiforme

De porte miúdo e discreto, suas hastes têm quase o dobro do comprimento de suas folhas. Bem interessante. Mais uma micro-orquídea que tive conhecimento por uma colecionadora que adora este gênero.

Fácil de cultivar, crescimento rápido e com muito vigor apresenta várias hastes de uma só vez, em cada ponta que o seu vegetativo está em crescimento. Se o vaso for de borda circular o seu vegetativo apresenta um desenho bem interessante a cada ano, quase uma geometria infalível na emissao das hastes.

Este exemplar não abre tanto as suas sépalas. Vi na internet que há flores menores e mais abertas. Compre florida. Vi tambem que o conjunto é mais monocromático. Esta do Brasiliana tem o labelo com o amarelo mais escuro. Enfim, há diferenças na natureza!

Seu perfume é imperceptível para nos humanos.

Meta- o tempo fará dele uma touceira bem interessante!

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Dendrochilum glumaceum

Olá, mais uma orquídea florida neste inverno! Eba!

Dendrochilum glumaceum. Nativa das Filipinas, gosta de umidade relativa do ar alta e não gosta de frio, adora ventilação constante. Este exemplar tem o labelo avermelhado com a coluna amarela. Vi outros na internet que são brancos por completo!

Tenho este que possui folhas com manchas na parte de baixo, nao é vírus. Já tratei e continua do mesmo modo. Quem souber o que é e como tratar, por favor enviei uma mensagem para este blog.
Haste pendente
Seqüência de abertura de suas flores na haste

Para quem gosta das micro-orquideas deve tê-lo na coleção, super delicado com as hastes pendentes e seu perfume e inesquecível! Lembra mel com algo cítrico.

Após a publicação neste blog, dividi a planta, pois necessitava de troca de substrato e eu havia realizado a divisão ainda no vaso no ano passado.

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Balanço geral na segunda onda de frio 2019

Relaxe amigo orquidófilo! Cuide de superar a perda emocional que as orquídeas provocam.

Isso mesmo, não fique triste por perder mais de 30 exemplares numa única estação com a segunda onda de frio no inverno. Perdi o meu pé de mirtilo também, um amado que secou do nada e nem adiantou trocar a terra e replantá-lo no início do inverno! Observo o romã também.

Eu havia feito o balanço no meio do inverno e já tinha 25 unidades perdidas, a maioria micro-orquídea. Nesta semana encontrei mais duas mortas e por aí vai.

Antes eu ficava bem triste! Agora procuro pensar que é um ciclo de renovação e as que suportam o inverno seco sobreviverão sempre.

Além dos cuidados gerais antes do inverno chegar, secura do ar todos os dias, rega controlada, etc foi inevitável, portanto nem procuro fazer a conta das tchuchucas importadas, dos presentes e das queridas perdidas.

O lado bom, espaços se abriram nas prateleiras e nos pendurais! Não vejo a hora de visitar as exposições e os cultivadores queridos.

Sinais que devem ser percebidos, o ciclo continua, a maioria está indo super bem e e isso! A vida continua! A partir do final do mês reiniciarei a adubação.

Uhuu! Pronta para a próxima estação do ano.