sexta-feira, 21 de junho de 2019

Maxillaria desvauxiana

Planta para colecionador pouco vista em exposições.

A vi num orquidário comercial em Cotia numa visita que fiz neste ano. Me encantei pelo seu porte cespitoso e muito bem cuidada. Não estava num valor absurdo e então veio para o Brasiliana.

Apresentou folhas manchadas que são características dela.

Sua flor é maior que as demais primas e tem o pedúnculo curto. Uma graça de floração e longevidade, elas ficaram abertas por quase 15 dias.

Não tem perfume forte ou acentuado. No final da floração os dois últimos pseudobulbos secaram, perdeu algumas folhas e devo replantá-la num musgo chileno que voltou ao mercado nacional.

Bom cultivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário