sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Robiquetia cerina

Olá, 

Hoje falaremos da Robiquetia cerina, Malleola merrillii, Robiquetia merrillii ou Saccolabium cerinum.




Podemos chamá-la popularmente de "orquídea-abacaxi" ou "abacaxizinho" devido ao seu cacho floral. Foi a primeira floração aqui. Vejo potencial para aumentar o seu cacho floral com a sua adaptação e novo substrato mais adubação.

Nativa das florestas quentes e úmidas da Nova Guiné e Filipinas, habita altitudes entre 100 e 700 metros.

É uma vandácea com ramos pendentes e longos, folhas elípticas, hastes pendentes com até 10cm de comprimento, muitas pequenas flores que se abrem sucessivamente da haste para o final dele.

Há flores nas cores: amarelo, vermelho e púrpura. Lindas! Duram quase um mês.


Aqui foram bem no vaso cerâmico sem furos com substrato misto no tamanho médio e no vaso cerâmico com furos. Está num local com cerca de 2000 lux.

Dica: diminua a rega no inverno e não a deixe num local com temperaturas baixas. Ela é sensível demais, tanto folhas quanto raízes.

Ao final da sua floração, cortei as extremidades de duas folhas que apresentaram uma espécie de ressecamento, uma por quebra e outra por algum motivo desconhecido e para não deixar o desenvolvimento desta mancha, decidi removê-la. O restante permaneceu intacto. Não deixe de aplicar a canela em pó onde cortou. Evitará os fungos e acelerará a cicatrização do tecido vegetal.

Bom cultivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário