sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Ludisia discolor

Olá!

Adivinhe? Orquídea terrestre no supermercado!!! Eba. Foi uma festa!

Quando a vi, tive que olhar de novo e escolher uma Ludisia discolor para levar para a coleção Brasiliana.

Alguns dizem ser de fácil cultivo, aqui já se foram embora quatro. Desde o início do cultivo tenho dificuldades em agradar esta terrestre. Tenho um vizinho que possui um vaso enorme no jardim e o exemplar dele é perfeito com várias hastes florais.






Esta é mais uma tentativa e acredito que está indo bem! A replantei e tutorei a duas hastes florais. Retirei o musgo que havia no substrato anterior e acrescentei um substrato para samambaia que drena bem e vem ensacado. Havia mais três pedaços de rizomas enterrados, sendo que um está saindo da terra.

Vamos lá! Nesta quinta tentativa a manterei dentro de casa, separada das demais que recebem rega diariamente. Escolhi uma janela perto do fogão, assim irá se beneficiar da temperatura do forno e umidade do ambiente.

Devo tratá-la quase como uma suculenta, porém com baixa luminosidade. No inverno/dormência suspender a rega e no final do inverno e início da primavera aumentar a rega sem deixar o substrato molhado o tempo todo. É isso! Não devo fracassar no cultivo dela. Rs.

Acrescentei húmus de minhoca californiana ao substrato. Vejam como a adubação ajudou no desenvolvimento das flores! Uau!
Grande aprendizado em agir na hora. Aplicar o húmus ajudou o desenvolvimento das flores.

Nativa do clima tropical/quente não tolera frio. Nativa da China, Tailândia e Madagascar.


Não desista! Bom cultivo de terrestres. Tente a Ludisia discolor e me conte o que achou.






Nenhum comentário:

Postar um comentário