sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Epidendrum aggregatum ou Dendrobium lindleyi

Oi orquidófilo,

Para quem visita as exposições de orquídeas, já conhece o Epidendrum aggregatum.
Nome: Dendrobium lindleyi
Sinônimos: Callista aggregata (Roxb.) Kuntze 1891; Dendrobium aggregatum Rox. 1832; Dendrobium alboviride var. majus Rolfe 1932; Dendrobium lindleyi var. majus (Rolfe) S.Y.Hu 1973; Epidendrum aggregatum Roxb. ex Steud. 1840;


Nativa do sudeste da Ásia, incluindo Sikkim, Butão, nordeste da Índia, Birmânia, Tailândia, Laos, Vietnam e sudoeste da China.







Orquídea vistosa pelas hastes com flores amarelas quase alaranjadas. Fragância peculiar. Duração até 7 dias.

Aqui está com cerca de 30 bulbos, 9 hastes e poucos bulbos caducos que perderam a folha.

Li em alguns blogs e sites de venda que o sombreamento é 70%. Aqui não funcionou. Lembra que prefiro falar de lux? - Pois é, foi bem debaixo do Ficus com sol direto pela manhã até a hora do almoço. Então, arriscaria a dizer que a luminosidade é de 70%.

Adubação com chorume. Orquídea muito resistente às pragas e infestações. Vi que consideram nível médio de dificuldade de cultivá-lo. A dica é claridade, vento e substrato de drenagem rápida e boa base para as suas raízes se fixarem.

Bom cultivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário