sexta-feira, 6 de julho de 2018

Barbosella australis

Olá, hoje trago a Barbosella australis.

Barbosella australis (Cogn.) Schltr. 1918.

Barbosella australis var. genuina Hoehne 1947; Barbosella australis var. latipetala Hoehne 1947; Barbosella australis var. loefgrenii (Cogn.) Hoehne 1947; Barbosella loefgrenii (Cogn.) Schltr. 1918; Restrepia australis Cogn. 1906; Restrepia loefgrenii Cogn. 1906.


Encontrada nos estados do sul do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro. Possui crescimento reptante, muito sensível à pouca umidade do ar. Aqui no Brasiliana está cultivada numa ripa de peroba riscada e adorou o sulco na madeira.

Dica: cuidado na concentração do adubo, seja ela qual for. Prefira uma mistura mais diluída para não danificar o rizoma dela.

Das Barbosellas é a que possui flor grande, um pouco mais de 1cm! Recomendo tê-la, pois é sensacional e linda!

(Detalhe: vi que há o labelo com divisão no centro e que não há como enxergá-lo na foto. Na maioria das fotos pesquisadas é apresentada uma divisão acentuada no final do labelo.)

Bom cultivo!




Nenhum comentário:

Postar um comentário