sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Coelogyne pandurata

Orquidófilos,

Hoje trago a Coelogyne pandurata.
Labelo marron e laranja, sépalas e pétalas amareladas com um pouco de verde
Antes de tudo preciso dizer uma coisa: é enorme! Precisa destinar um raio de 1,00m e de altura também. Ou mais...




Ganhei um corte no início da orquidofilia do amigo James Lee King. No primeiro ano deu uma haste floral relativamente vigorosa.

Ficou por anos sem dar flores porque eu a replantei para um vaso maior.

No ano passado desloquei para uma área onde há plástico agrícola e sol pela manhã. Bingo! Folhas e bulbos enormes, duas frentes, duas hastes em cada.

Daí aconteceu um incidente, perdi uma haste. A segunda veio vigorosa. Ocorreu uma assimetria na floração devido ao incidente. Este evento deixa qualquer cultivador/colecionador de mau humor. Rs.


Uma haste com 17 flores
Vamos falar sobre o cultivo dela. Está no vaso cerâmico sem furos nas laterais com isopor no fundo e substrato grande de casca, nenhum musgo e carvão.

Adubação por aqui com organo-mineral e chorume.

Folhas sem queimaduras. Sem pragas.

Fácil cultivo. Lembre-se de deixá-la com claridade moderada e ventilação constante.

Origem: Malásia, Filipinas e Sumatra.

Bom cultivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário