sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Acianthera saurocephala alba


Labelo com brilho

Esta orquídea é bem interessante para alguns colecionadores. De fácil cultivo e crescimento rápido.

É uma Acianthera saurocephala alba. Não é a tipo cuja coloração é vinho. Seu labelo possui um brilho irresistível como a irmã. Pedi um corte da tipo para um colega orquidófilo. As duas ficam juntas uma ao lado da outra no orquidário, suspensas na estrutura de madeira e pendural metálico, tomam sol pela manhã, protegidas pelo plástico agrícola, juntas de algumas maxillarias e pleurothallis.

Estão plantadas em substrato misto: carvão, musgo e macadâmia. No fundo do vaso cerâmico tem pedaços de isopor.

Ganhei este corte da alba de uma amiga paranaense. Veio adulta e tem um excelente desenvolvimento anual. Suas folhas novas tem hastes longas e flores no centro delas. Mesmo deixando ela voltada para o norte, seu crescimento foi meio desorientado em várias direções.

Crescimento rápido



Regue o substrato no vaso, sem água na haste floral.


 Quando a haste surgir da folha durante o início do verão é melhor suspender a água no esguicho e destinar a água somente no vaso para não perder as flores (terão pouquissíma duração e ficarão amareladas ou mesmo não abrirão).

Costumo tirar as brácteas da base de cada haste e inspecionar porque são atacadas por cochonilhas brancas no surgimento das folhas novas e início da primavera.

Neste ano a Alba chegou a emitir duas hastes numa folha. Bom sinal.

Este exemplar é da Brasiliana e sempre me lembrarei da minha amiga. Consegui mais cortes com ela, dei de presente para três amigos.

Bom cultivo!






Nenhum comentário:

Postar um comentário