sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Destaque do mês - Bifrenaria harrisoniae

Bifrenaria harrisoniae (clara e com perfume mais adocicado)
Sempre tive curiosidade no cultivo das Bifrenarias. Desde as primeiras exposições de orquídeas, eu as via e as achava bem interessantes. Adquiri algumas mudas, troquei por outras e neste ano duas delas deram a primeira floração.

Rapidamente elas dispararam dois botões em cada base do pseudobulbo.Total de 6 flores!!!!

Encontrei duas Bifrenarias com as flores abrindo! Felicidade de colecionador.
Bifrenaria harrisoniae (escura e perfume mais acentuado e não adocidado)
Ah, o perfume é completamente diferente de uma para outra. Seria injusto afirmar qual deles é mais interessante, mas tendo a considerar uma preferência para a cor mais clara, um pouco mais adocicado e suave.

Para colecionadores, a maioria considerou a cor escura melhor que a de cor clara.

Soube que vegetam nas rochas até 1000 de altura. Adicionei bastante brita no substrato.

Possuem pseudobulbo geométrico de formato tetragonal, folhas com até 25cm de comprimento, haste curta. Me passaram na reunião de orquidofilia que as flores podem aumentar mais de tamanho.

A prima tyrianthina tem a haste mais longa.

Gostam de muita luz, deixo-as debaixo do sombrite onde recebem frio à noite e sol durante o dia.

Amei a floração delas, há o que melhorar para o próximo ano. O importante é que acertei o local delas no orquidário. Antes eu cuidava demais delas e as mantinha debaixo do plástico agrícola com pouca luz.

Bom cultivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário