sexta-feira, 15 de julho de 2016

Para um orquidário inteligente – Parte 02


Recursos disponíveis - parte 02


Empolgado com os recursos disponíveis para controle do seu orquidário, para que o mesmo se torne além de saudável, INTELIGENTE hoje postarei mais alguns detalhes que acredito serem primordiais!

http://s2.glbimg.com/8Kj1hCQJE51jiVCR30TNyF1eyz0=/695x0/s.glbimg.com/po/tt2/f/original/2015/12/14/1filme-de-cameras-antigas-queimavam-ao-entrar-em-contato-com-luz-direta.jpg


Venderei uma câmera seminova que havia comprado para tirar fotos das microorquídeas! Como não sou nenhuma profissional, descobri que a resolução da câmera do celular satisfaz os registros para histórico das pequenas e possui efeitos para postá-las (bem mais práticas que fotografar, baixar pro computador, redimensionar e postar na internet!)

http://guiadecompras.casasbahia.com.br/imagens/2013/01/foto-pelo-celular.jpg


O próximo passo é instalar um aplicativo para identificar a autoria das fotos, pois já vi um colega utilizando erroneamente uma foto que tirei da minha planta. Hehehe.

http://cdn.revistadonna.clicrbs.com.br/wp-content/uploads/2015/12/01tftmisstroca_al.jpg



Estações do ano (ATENÇÃO NESTE DETALHE)



Meu sócio me explicou a sua técnica utilizada por mais de 20 anos em etiquetar as suas orquídeas com etiquetas coloridas, e assim que me ofereceu, topei na hora. Hoje, registro corte e replantio de um lado, e floração de outro em cada planta. Sigo as cores:

Inverno = azul
Primavera = verde
Verão = laranja
Outono = amarelo

Dica que aprendi: Lixe com palha de aço nas faces das etiquetas plásticas, escreva com lápis! Durará muito mais além de facilitar a escrita.

http://clorominas.com.br/wp-content/uploads/2012/09/L%C3%A3.jpg


Com este procedimento, será feito o reconhecimento visual das plantas que devem florescer em cada estação do ano, daí a adubação e os cuidados para observação e separação delas das demais do orquidário.

Espero que tenhamos sucesso no cultivo das orquídeas! Lembrem-se que para um bom cultivo, cada clima, local e substrato devem ser considerados. O que é bom para um, nem sempre será suficiente para o seu orquidário.

Utilize a pesquisa e o bom senso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário