sexta-feira, 29 de abril de 2016

Para um orquidário saudável - parte 01


Hábitos e costumes – Parte 01

Achei importante listar alguns aspetos a serem analisados que poderão produzir hábitos aos iniciantes da orquidofilia:

1-     Escolha tesouras de precisão e para cada tipo de corte.
Gosto muito de tesouras pequenas com pontas afiadas para as micro-orquídeas, tesouras médias para as Cattleyas e tesoura de poda para jardim em separado das orquídeas, pois assim as mantém mais conservadas por longo período, sem danificar a lâmina, nem afrouxar as peças. Tenho duas de cada, um conjunto para o meu orquidário e outro para o jardim que abriga algumas espécies de orquídeas.


2-    Compre um esterilizador.
Demorei a investir num esterilizador a gás (maçarico), apesar de os modelos que via nunca me agradaram. Enquanto isto, utilizei a boca do fogão da cozinha. Eram tesouras e plantas na bancada ou sobre a mesa, e dava um baita trabalho levá-las para dentro de casa, e depois do serviço feito, devolvê-las ao orquidário. Depois da aquisição do estelizador, o serviço é realizado no orquidário e tudo ficou mais rápido e prático.

 
3-    Invista em bombas ou pulverizadores para cada produto: um para água, um para diluição do fertilizante, um para o inseticida diluído, etc.
Foi numa visita ao orquidário de uma amiga que reparei na organização na bancada: pulverizadores identificados para cada uso, e a sua explicação me convenceu: cada produto em um recipiente para que tivesse eficiência, e um não contaminasse o outro na utilização da mesma bomba, mesmo que higienizada posteriormente.


 
Aprendizado 9: A utilização de tesouras certas e bem afiadas auxiliam na manutenção do orquidário, já tesouras cegas e incorretas apenas atrapalham e atrasam no cuidado delas.

Aprendizado 10: Esterilize tudo! A pior coisa para um orquidário é proliferar as doenças para todas plantas.
 

Aprendizado 11: Assim como a esterilização das tesouras, é muito importante não misturar venenos, pois eles podem reagir e inclusive serem muito prejudiciais ao nosso organismo, e até às plantas.

Bom cultivo e muitas flores!

2 comentários: